• CORONAVÍRUS
  • RH Bahia
  • RH Bahia
  • Casa Nova
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário
  • CILBA
  • Dia das Crianças - Secretaria lança campanha Bote Fé no Futuro
  • Campanha Respeita As Mina
  • PAA  Leite - Cadastramento
  • Diário Oficial
  • Transparência Bahia
  • Compras Net

Redução de Danos

22/10/2021 16:10

SJDHDS dialoga com o Conselho Estadual de Cultura sobre o Plano Estadual de Políticas sobre Drogas

Nesta sexta-feira (22), o Conselho Estadual de Política sobre Drogas (CEPAD), órgão vinculado à Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS), participou da 14° e 15° Sessão Plenária do Conselho Estadual de Cultura (CEC), órgão vinculado à Secretaria de Cultura (SecultBA), com o objetivo de articular e mobilizar parcerias na elaboração de propostas na construção do Plano Estadual de Políticas sobre Drogas. O evento aconteceu na sede do SEC, no bairro do Canela, em Salvador.

A conselheira do CEPAD e superintendente da Superintendência de Políticas sobre Drogas e Acolhimento a Grupos Vulneráveis  da SJDHDS, Denise Tourinho, destacou que o plano tem eixos prioritários, e um deles é o campo da cultura, Na oportunidade foi realizado o convite para que o plano seja construído de forma conjunta. .

“É um momento de mobilização e articulação das políticas públicas de forma ampla, seguindo os princípios estratégicos da intersetorialidade e transversalidade, articulando com campos prioritários e os entes federativos. E o papel da cultura nesse processo é fundamental, assim como a introdução de propostas no campo da educação e profissionalização, sobretudo para os jovens, com o objetivo de fazer o enfrentamento a essa problemática das drogas de maneira efetiva e responsável, pois quando falamos de política sobre drogas, não falamos só de tratamento, mas na prevenção, e o cuidado na perspectiva integral”, declarou Tourinho.

O presidente do CEC, Silvio Portugal, reforçou a importância da participação do conselho na construção do plano.

“Recebemos com entusiasmo o convite para participar desse processo, pois compreendemos que o papel da cultura é fundamental e estratégica. O diálogo sobre as drogas não deve ser tratado de forma isolada, deve ser amplo e levar em consideração os diversos contextos que agravam essa problemática em nossa sociedade”, pontuou ele. 

O Plano Estadual de Políticas sobre drogas será elaborado em diversas etapas onde serão feitas 10 escutas territoriais para a coleta de dados e identificar novas perspectivas voltadas à redução e prevenção às drogas no estado.

Acompanhe a SJDHDS nas redes: FacebookTwitter, FlickrInstagram e YouTube.

 
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.