• CORONAVÍRUS
  • RH Bahia
  • RH Bahia
  • Casa Nova
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário
  • CILBA
  • Dia das Crianças - Secretaria lança campanha Bote Fé no Futuro
  • Campanha Respeita As Mina
  • PAA  Leite - Cadastramento
  • Diário Oficial
  • Transparência Bahia
  • Compras Net

Redução de Danos

19/10/2021 16:10

Reunião discute elaboração do Plano Estadual de Políticas sobre Drogas

As discussões para a elaboração do Plano Estadual de Políticas sobre Drogas na Bahia foram iniciadas nesta terça-feira (19), em um encontro realizado pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), através da Superintendência de Políticas sobre Drogas e Acolhimento a Grupos Vulneráveis (Suprad). O encontro on-line contou com a participação dos representantes do Fundo de Promoção do Trabalho Decente (Funtrad), órgão vinculado a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), e o Conselho Estadual de Políticas sobre Drogas (CEPAD) que debateram ações que podem ser incluídas no planejamento de prevenção às drogas. 

Segundo a superintendente das Políticas sobre Drogas e Acolhimento a Grupos Vulneráveis (Suprad), Denise Tourinho, o objetivo do Plano é otimizar as políticas públicas de prevenção à drogas. "Já temos uma política estadual, mas não temos um plano onde se traduza em ações concretas com financiamento para prevenção às drogas", ressaltou Tourinho. 

O Plano Estadual de Políticas sobre drogas será elaborado em diversas etapas onde serão feitas 10 escutas territoriais para a coleta de dados e identificar novas perspectivas voltadas à redução e prevenção às drogas no estado. "Serão 10 territórios que serão ouvidos para conhecer melhor e compreender a situação e a temática, levando em consideração outros entes da federação", explicou Tourinho. 

Nessa primeira etapa foi feito o debate com o Funtrad para entender o funcionamento de ações voltadas para a juventude com foco no mercado de trabalho para que possam auxiliar na ressocialização. 

A coordenadora Funtrad, Ana Carla Sacramento, defendeu que é necessário a participação de outros órgãos para as discussões de políticas públicas para melhorar a condição social dos jovens na sociedade. "Tem que estar todo mundo interligado [órgãos]. Trabalhar com os jovens e ter ações preventivas. A gente precisa cuidar da nossa juventude", destacou.   

Novos encontros serão realizados com outros órgãos e entidades para apresentar alternativas para compor o Plano Estadual de Políticas sobre drogas.


Acompanhe a SJDHDS nas redes: FacebookTwitter, FlickrInstagram e YouTube.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.