• CORONAVÍRUS
  • RH Bahia
  • RH Bahia
  • Casa Nova
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário
  • marca do passe livre
  • Dia das Crianças - Secretaria lança campanha Bote Fé no Futuro
  • Campanha Respeita As Mina
  • PAA  Leite - Cadastramento
  • Diário Oficial
  • Transparência Bahia
  • Compras Net

Acessibilidade

15/09/2020 18:09

Setembro Verde: SJDHDS aborda o Protagonismo da Pessoa com Deficiência no Mercado de Trabalho

Através da trajetória de vida de três pessoas com deficiência, que atuam em diversas áreas e níveis de carreira profissional, a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS), promoveu a live: “O Protagonismo da Pessoa com Deficiência no Mercado de Trabalho”. Histórias inspiradoras de superação e um debate intenso sobre como as empresas erram e podem acertar na inclusão de PcDs no mundo corporativo, marcaram mais uma atividade da Campanha Setembro Verde.

A transmissão ao vivo alcançou 500 visualizações em tempo real, e foi mediada por Luiz Araújo, assessor técnico da Superintendência dos Direitos da Pessoa com Deficiência da SJDHDS. A live contou também com a participação dos intérpretes da Central de Intérpretes de Libras da Bahia (Cilba).

O processo de inclusão das pessoas com deficiência no mercado de trabalho envolve inúmeros desafios, e a necessidade de dar visibilidade a essas questões para a superação do preconceito que os PcDs enfrentam, foi destacada por Iasmin Laissa Pereira, técnica de informática que atua na SJDHDS através do Programa Primeiro Emprego Bahia. 

“Minha maior dificuldade no início foi o lado psicológico, o receio de não ser ouvida e entendida como uma pessoa com habilidades. A superação disso se deu muito em parte pelo apoio da minha família e por ter encontrado no ambiente de trabalho lugar de fala, a possibilidade de atuar dentro da minha área e o incentivo para aprimorar minhas habilidades. O lugar de fala é essencial para o desenvolvimento da autoconfiança e poder lidar com essas questões ativamente me ajudou a ultrapassar essa barreira”, pontuou ela.

O analista de sistemas, psicólogo, estudante de direito e especialista técnico da Fundação Luiz Eduardo Magalhães (FLEM), Sidney Reis, destacou em sua fala sobre a importância do reconhecimento das totais condições das PcDs para atuar no mercado e sobre a necessidade de ocupar espaços. 

“É urgente que as empresas entendam que as barreiras físicas não podem ser empecilhos para a contratação das pessoas com deficiência. O melhor tratamento é tornar o ambiente acessível, capacitar a equipe de trabalho para praticar a inclusão, criar mecanismos para auxiliar o desenvolvimento das pessoas e acima de tudo acreditar no meu lado profissional, no meu potencial e o quanto me preparei para ocupar aquele espaço. Para os PcDs tenho a dizer que façam a diferença, busquem oportunidades e as portas começam a se abrir”, destacou Reis.

Por sua vez, a Chefe da 94ª Zona Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia, Tânia Regina Portela, relatou sobre como superou os preconceitos de atuar enquanto profissional que  administra um setor e destacou que os PcDs precisam participar dos processos de escolha e exigir seus direitos. 

“Muita gente acha que deficiente tem que ficar em casa e que com a minha condição física eu ter alcançado o ensino médio era uma grande vitória. Realmente é, mas eu quis ir além. Sobre o preconceito, sempre tirei ensinamentos, nunca foi obstáculo para que eu desistisse. É por isso que precisamos ocupar espaços, nos fazer sermos vistos. O Brasil tem mais de um milhão e meio de eleitores cadastrados como PcDs. Isso significa que somos uma boa parcela da população, precisamos temos voz para exigir nosso espaço na sociedade e se não buscarmos essa representação, vamos ficar sempre sem sermos escutados”, reforçou Tânia. 

A programação do Setembro Verde, promovida pela SJDHDS, por meio da Superintendência dos Direitos da Pessoa com Deficiência, em parceria com o Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Coede-BA), tem continuidade no dia 21 de setembro com a realização do Passeio Virtual com a temática “Novo Normal da Pessoa com Deficiência pós-pandemia”, das 14h às 17h, no Facebook do COEDE.

Até o final do mês, uma série de mobilizações serão realizadas com debates sobre “Bem-estar e Acesso a Direitos das pessoas com Deficiência”.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.