• CORONAVÍRUS
  • RH Bahia
  • RH Bahia
  • Casa Nova
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário
  • marca do passe livre
  • Dia das Crianças - Secretaria lança campanha Bote Fé no Futuro
  • Campanha Respeita As Mina
  • PAA  Leite - Cadastramento
  • Diário Oficial
  • Transparência Bahia
  • Compras Net

Acessibilidade

31/07/2020 16:07

SJDHDS debate Projetos Arquitetônicos Acessíveis para PcDs no Estado

Visando discutir projetos arquitetônicos em edificações, espaços urbanos, públicos e outros para garantir os direitos de Acessibilidade das Pessoas com Deficiência (PcD) no Estado da Bahia, a Secretaria de justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJHDS) participou de um debate online, nesta sexta-feira (31), a convite da Casa500 Cultura e Saber. A live foi transmitida pelo Facebook da Casa500, com tradução em audiodescrição e Libras.

O debate online discutiu os temas voltados a “Dimensões da Acessibilidade”, “Acessibilidade em Patrimônio e Urbana” e “Gestão de Acessibilidade e Desenho Universal”. A mediação ficou por conta de Mila Peixoto, arquiteta e professora do curso de graduação de Arquitetura e Urbanismo da UNIJORGE e contou com a participação de Adson Ribeiro, coordenador de Gestão e Monitoramento da Superintendência dos Direitos da Pessoa com Deficiência da SJDHDS. 

No campo da Gestão e das Dimensões de Acessibilidade, Adson Ribeiro falou sobre as ações da SJDHDS, no tocante às ações de projetos de acessibilidade urbana, que foram elaborados e monitorados pela Secretaria para assegurar o acesso de todos e todas nos espaços urbanos da capital baiana, a exemplo do projeto de revitalização do Centro Histórico de Salvador .

“No projeto de acessibilidade do Pelourinho, analisamos, fizemos estudos estratégicos de ampliação de nivelamento da calçada, sinalizações de acessibilidade assistida, piso tátil, maquetes táteis, entre tantos outros recursos fundamentais para promover a inclusão e garantir o direito de ir e vir com segurança e mobilidade inclusiva”, ressaltou Adson Ribeiro. Já o Plano Diretor do Centro Administrativo da Bahia (CAB), o projeto de acessibilidade está sendo elaborado pela Superintendência do Patrimônio da União na Bahia (SUPAT) e analisado pela SJDHDS para garantir, entre outras questões, que os pontos de ônibus sejam ligados até as estações de metrô.

Também foi discutido a importância do “Desenho Universal”, design inclusivo em produtos, serviços e ambientes para que sejam acessíveis a um maior número de pessoas no Estado. A live contou ainda com as participações da mestre em Desenho Universal, professora dos cursos de mestrado em Design da Universidade Estácio Sá e presidente da Comissão Permanente de Acessibilidade de São Paulo (CPA), Silvana Cambiaghi, e da arquiteta e professora colaboradora da Pós–Graduação em Desenvolvimento Urbano e Regional da UNIFACS, Marília Cavalcanti.

Acompanhe a SJDHDS nas redes: FacebookTwitter, FlickrInstagram e Youtube.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.