• CORONAVÍRUS
  • RH Bahia
  • RH Bahia
  • Casa Nova
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário
  • marca do passe livre
  • Dia das Crianças - Secretaria lança campanha Bote Fé no Futuro
  • Campanha Respeita As Mina
  • PAA  Leite - Cadastramento
  • Diário Oficial
  • Transparência Bahia
  • Compras Net

Direitos Humanos

20/05/2020 13:05

Maio da Diversidade: primeira live discute identidade de gênero no Contexto da Educação

Cumprindo o compromisso com a pauta LGBTQIA+ na Bahia, que este ano completa 10 anos, a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS) iniciou um ciclo de lives em alusão ao Maio da Diversidade, mês marcado pela luta dos direitos da população LGBT. Na noite desta terça-feira (19), o tema abordado foi o "Profissional da Psicologia no contexto da Educação e a Decisão do STF sobre Ideologia de Gênero".

O debate sobre a temática foi realizado pela professora Leonor Guimarães, mestra em Ciências do Matrimônio e da Família pela Universidade Lateranense de Roma e mestra em Família na Sociedade Contemporânea pela Universidade Católica do Salvador, com mediação do coordenador de Políticas LGBTQIA+ da SJDHDS, Gabriel Teixeira. O debate virtual objetivou falar sobre a questão de gênero e a recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que declarou inconstitucional a lei que veta discussão de gênero nas escolas.

“A Psicologia, assim como a vida, não acontece no vácuo. A decisão do STF envolve justamente duas áreas fundamentais para que o indivíduo se compreenda e se reconheça: a educação e a psicologia. É nos espaços de educação que a temática precisa ser discutida e compreendida, e o papel do psicólogo é determinante no processo de compressão de fatores como territorialidade, sociabilidade, identidades e subjetividades”, esclareceu a professora.  

Durante a mediação da discussão, Gabriel Teixeira falou sobre alguns avanços do Governo do Estado na defesa pelos direitos LGBT´s nos espaços de educação pública na Bahia. 

“Em parceria com a Secretaria de Educação do Estado, temos levado a temática gênero e sexualidade para os Núcleos Territoriais de Educação, através dos diálogos formativos. Com isso, a gente vem percebendo que é necessário e urgente as escolas trabalharem estas questões com os alunos e, sobretudo, com os profissionais do corpo docente, a fim de promover espaços, diálogos e compreensão sobre a diversidade”, pontuou Teixeira. No ano passado, foram realizadas rodas de conversa em diversos territórios de identidade da Bahia, fortalecidas pelas Caravanas da Justiça Social.

A segunda live acontece na próxima quinta-feira (21), às 18h30, também pelo canal da secretaria no Instagram. O tema é: "Como a decisão do STF sobre Ideologia de Gênero afeta a gestão em educação?".

Clique aqui e assista novamente.

Acompanhe a SJDHDS nas redes: FacebookTwitter, Flickr e Instagram.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.