• CORONAVÍRUS
  • RH Bahia
  • RH Bahia
  • Casa Nova
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário
  • marca do passe livre
  • Dia das Crianças - Secretaria lança campanha Bote Fé no Futuro
  • Campanha Respeita As Mina
  • PAA  Leite - Cadastramento
  • Diário Oficial
  • Transparência Bahia
  • Compras Net

Segurança Alimentar

19/05/2020 18:05

Munícipios de Paripiranga e Teolândia recebem equipamentos do PAA

Nesta terça-feira (19), em Salvador, os municípios de Teolândia e Paripiranga foram contemplados com um veículo Fiat Strada, congeladores horizontais, balanças eletrônicas, mesas e cadeiras de escritório e pallets. Uma iniciativa do Programa de Aquisição  de Alimentos (PAA), executado pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos  e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS). 

Segundo o titular da pasta, Carlos Martins, a ação  visa fortalecer a agricultura familiar e garantir a segurança alimentar de famílias em vulnerabilidade social. " Vamos fazer 50 entregas como a de hoje, todas com um único  objetivo: apoiar a agricultura familiar e fortalecer  o PAA, em especial nesse momento, onde enfretamos uma pandemia e muitas famílias tiveram a sua renda comprometida", explicou Martins.

Os kits foram entregues ao prefeito de Teolândia, Lázaro Andrade, e ao Secretário de Agricultura de Paripiranga, Mayk Pereira. “O PAA fortalece a nossa economia local e ajuda as pessoas mais carentes da nossa região. Com esses novos kits, a nossa logística e operacionalização para as entregas das cestas verdes ficarão ainda melhores”, disse o prefeito Lázaro. 

“Com os equipamentos vamos conseguir dar um melhor apoio aos nossos  agricultores que vendem ao PAA e, também, para três  mil famílias que são acompanhadas durante toda a execução do programa em Paripiranga”, afirmou Mayk Pereira. Segundo ele, só de feijão, 15 toneladas são compradas através do PAA, “o que mostra o quão fundamental serão  esses equipamentos para o fortalecimento da Agricultura familiar “,  acrescentou. 

Sobre o PAA

O PAA compra alimentos produzidos pela agricultura familiar, com dispensa de licitação, e os destina às pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional e àquelas atendidas pela rede socioassistencial, pelos equipamentos públicos de segurança alimentar e nutricional e pela rede pública e filantrópica de ensino. Antes da pandemia as pessoas beneficiadas precisavam ir fazer a retirada dos alimentos, agora, para evitar aglomeração, os municípios, sob orientação da SJDHDS, têm realizado a entrega a domicílio.

A ação  é  executada com recursos  do Ministério da Cidadania e contrapartida do Governo da Bahia.


Acompanhe a SJDHDS nas redes: FacebookTwitter, Flickr e Instagram.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.