• CORONAVÍRUS
  • RH Bahia
  • RH Bahia
  • Casa Nova
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário
  • marca do passe livre
  • Dia das Crianças - Secretaria lança campanha Bote Fé no Futuro
  • Campanha Respeita As Mina
  • PAA  Leite - Cadastramento
  • Diário Oficial
  • Transparência Bahia
  • Compras Net

Carnaval

14/02/2020 17:02

Comitê de Proteção Integral realiza capacitação com agentes de mobilização do Carnaval

Com o objetivo de capacitar e treinar a equipe de mobilização para observar as violações de direitos humanos, o Comitê de Proteção Integral de Crianças e Adolescentes realizou nesta sexta-feira (14) uma capacitação com toda a equipe. O encontro durou o dia todo e reuniu os profissionais que atuarão no Carnaval de Salvador 2020 pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS). 

As equipes são voltadas para a mobilização e conscientização da campanha, vistorias dos locais públicos que tenham acessibilidade para a pessoa com deficiência, o plantão integrado que trata das demandas de trabalho infantil, exploração sexual de crianças e adolescentes, e o observatório, que coleta dados para monitorar, durante todos os percursos no Carnaval, a segurança da criança e do adolescente.

A superintendente de Assistência Social da SJDHDS, Leisa Sousa, apresentou um panorama da política do Sistema Único Assistência Social no Estado, como os programas e benefícios sociais que auxiliam e acolhem famílias, crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, assegurando assim, a garantia de direitos dessas pessoas.

“Compreender a lógica do SUAS fará toda a diferença no trabalho dos mobilizadores que atuarão no Carnaval.  Temos que alertar a sociedade para denunciar o trabalho infantil e a exploração sexual da criança e do adolescente. A partir do momento que se entende o que a vulnerabilidade social provoca na infância e da juventude,  fica mais fácil saber o porque e como a política de assistência social e a garantia de direitos pode e deve agir para proteger, defender e vigiar”, pontuou. 

A ação começa neste fim de semana no Fuzuê e Furdunço, e continua até o término do período de Carnaval. Além da mobilização durante os circuitos, a partir desta segunda, a ação acontecerá nos postos de entrada de Salvador, como aeroporto, rodoviária, posto marítimo, para conscientizar os turistas sobre as violações de direitos humanos.

A jornalista Jeane Barreto, que atuou na ação em 2019, comentou sobre o trabalho desenvolvido durante os dias de trabalho. "Eu me sinto muito feliz e motivada fazendo essa ação que é essencial para a população. Fico grata por estar ajudando novamente e podendo levar a conscientização para as pessoas que muitas vezes não tem acesso a todas as informações", disse a jovem.  

“A capacitação é importante para informar sobre as medidas de proteção das crianças e adolescentes, além dos locais nos quais a rede irá atuar, permitindo que as equipes possam informar ao folião e aos próprios policiais", afirmou UM dos coordenadores do Carnaval e coordenador de Erradicação do Trabalho Escravo da SJDHDS, Admar Fontes Júnior.

A capacitação teve a participação das equipes das superintendências dos Direitos da Pessoa com Deficiência; de Assistência Social;e de Apoio e Defesa aos Direitos Humanos.

Acompanhe a SJDHDS nas redes: FacebookTwitter, Flickr e Instagram.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.