• CORONAVÍRUS
  • RH Bahia
  • RH Bahia
  • Casa Nova
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário
  • marca do passe livre
  • Dia das Crianças - Secretaria lança campanha Bote Fé no Futuro
  • Campanha Respeita As Mina
  • PAA  Leite - Cadastramento
  • Diário Oficial
  • Transparência Bahia
  • Compras Net

Direitos Humanos

19/12/2019 08:12

Na SJDHDS, lideranças indígenas de Prado relatam ameaças e violência no sul da Bahia

Nesta quarta-feira (18), o secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS), Carlos Martins recebeu uma comitiva de lideranças indígenas de aldeias localizadas no município de Prado. As lideranças relataram um crescente números de ameaças e incidentes, especialmente neste ano. Segundo relatos, as comunidades vivem apreensivas com os episódios violentos registrados até o momento.

O foco da tensão está localizado na Terra Indígena Comexatibá, em Prado. Segundo os representantes, muitos deles já incluídos nos programas de proteção à vida da SJDHDS, uma série de eventos violentos foram realizados no últimos meses, colocando em risco a vida da comunidade.

"Os ataques estão crescendo acentuadamente e nós pedimos que a segurança seja reforçada, especialmente neste fim de ano, período no qual, segundo relatos, há possibilidade de novos ataques e ameaças", pontuou o Cacique Aruã Pataxó.

"Vamos atuar nessa situação que é mais imediata, garantindo um reforço na segurança junto à Casa Militar e a Secretaria de Segurança Pública, para que a lei seja garantida e os povos indígenas possam permanecer em suas terras com tranquilidade", disse o secretário Carlos Martins.

Participaram do encontro o superintendente de Direitos Humanos da SJDHDS, Jones Carvalho; o chefe da Casa Militar, Tenente Coronel PM Prado; a delegada Janete Almeida, diretora de Direitos Humanos da SSP; e o Major Mergulhão, da Casa Militar.

Acompanhe a SJDHDS nas redes: FacebookTwitterFlickr e Instagram
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.