• RH Bahia
  • RH Bahia
  • Casa Nova
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário
  • marca do passe livre
  • Dia das Crianças - Secretaria lança campanha Bote Fé no Futuro
  • Campanha Respeita As Mina
  • PAA  Leite - Cadastramento
  • Diário Oficial
  • Transparência Bahia
  • Compras Net

Segurança Alimentar

25/11/2019 18:11

Sessão especial na ALBA marca os 20 anos da Articulação Semiárido Brasileiro (ASA)

Nesta segunda-feira (25), em comemoração aos 20 anos da Articulação Semiárido Brasileiro (ASA), foi promovida Sessão Especial na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), proposta pelas deputadas estaduais Neusa Cadore e Fátima Nunes. A entidade é uma importante executora de ações de convívio com o semiárido, além de ser responsável por tecnologias sociais como as cisternas.

O secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS), Carlos Martins, participou da homenagem, ao lado da superintendente de Inclusão e Segurança Alimentar da SJDHDS, Rose Pondé, e do senador Jaques Wagner. A cerimônia foi presidida por Nelson Leal, presidente da ALBA. 

A sessão marca os 20 anos de história da ASA e contou com diversas representações da sociedade civil, entidades, associações, movimentos sociais, e autoridades políticas. Na ocasião, o coordenador da ASA, Naidson Batista foi homenageado pelo trabalho desenvolvido através da entidade, que é uma rede presente em dez estados brasileiros: MG, BA, SE, AL, PE, PB, RN, CE, PI e MA.

O secretário Carlos Martins pontuou que é uma homenagem significativa e merecida pelo importante trabalho que a ASA desenvolve. “A ASA é um grande parceiro e esse momento também expressa a resistência do povo nordestino, além de  todas as conquistas. A entidade tem um papel relevante no fortalecimento da sociedade civil, na construção de processos participativos para o desenvolvimento sustentável e a convivência com o semiárido, tudo isso na busca por uma sociedade com mais justiça social”, afirmou Martins. 

Coordenador da ASA, Naidson Batista destacou que a homenagem da ALBA significa o reconhecimento do poder público em relação ao trabalho desenvolvido pela entidade. “A atuação da ASA é um trabalho de parceria, construção e execução de políticas públicas de convivência com o semiárido, realizado com a sociedade e poder público. Resgatamos o protagonismo da população como sujeito de sua história, levando até a população tecnologias sociais adequadas, que tornam a vida dessas pessoas mais saudável e mais digna", comentou. 

A superintendente Rose Pondé destacou a importância da celebração e falou ainda sobre a parceria da SJDHDS com a ASA, que tem sido essencial na garantia de políticas públicas de convivência com a seca na Bahia. “A ASA nos estimula permanente no caminho da convivência com o semiárido, desde a produção de alimentos saudáveis e seguros, até o provimento de água seja de consumo ou produção, através das tecnologias sociais", pontuou a superintendente.

"Trabalhamos em nossa secretaria na perspectiva da segurança alimentar e hídrica e isso é uma marca incontestável da ASA. Temos uma parceria enorme com as entidades que a compõe, são quase 150 mil tecnologias sociais entregues. Isso significa vida, garantia de direitos, inclusão social", finalizou.  

Acompanhe a SJDHDS nas redes: FacebookTwitterFlickr Instagram.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.