• CORONAVÍRUS
  • RH Bahia
  • RH Bahia
  • Casa Nova
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário
  • marca do passe livre
  • Dia das Crianças - Secretaria lança campanha Bote Fé no Futuro
  • Campanha Respeita As Mina
  • PAA  Leite - Cadastramento
  • Diário Oficial
  • Transparência Bahia
  • Compras Net

Redução de Danos

23/09/2019 13:09

Jovens de Salvador utilizam arte e comunicação na luta pela garantia do Direito à Vida

Utilizar a arte, a cultura e a comunicação para construir e disseminar novas narrativas sobre suas comunidades, seus corpos, subjetividades e identidades de gênero e de raça. Este foi o desafio lançado a 160 jovens que vivem em bairros periféricos de Salvador e participam do Programa Corra pro Abraço Juventude, da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS).

Os resultados desta imersão em diferentes linguagens de comunicação serão expostos nos dias 24 e 25 de setembro (terça e quarta-feira), em Mostras Culturais gratuitas que acontecem nos bairros de Fazenda Coutos, Plataforma, Boqueirão/Nordeste de Amaralina e Beiru, na capital baiana. São nesses territórios que acontecem as atividades formativas com as/os jovens, sob coordenação da CIPÓ – Comunicação Interativa.

As fotografias, vídeos, peças de design e ações culturais são resultados de um amplo processo formativo realizado com jovens que vivem em situação de vulnerabilidade social, seja pelo território em que vivem, pela cor de sua pele, pela baixa escolaridade ou pela não inserção no mundo do trabalho.

“No processo de criação, as/os jovens trazem à tona todo o seu potencial criativo, dinâmico e mobilizador. Por outro lado, emergem também questões ligadas às violências por elas/es sofridas, pelos conflitos de identidade, enfrentamentos comunitários e familiares”, explica Leandro Vilas, um dos coordenadores da CIPÓ – Comunicação Interativa.

Em paralelo às formações em linguagens de comunicação, as/os jovens do Programa Corra pro Abraço participam de oficinas de desenvolvimento pessoal e social, onde são estimulados a refletirem sobre seus projetos de vida. As/os garotos participam ainda de atividades de Redução de Riscos e Danos e recebem orientação jurídica, além de suporte no acesso à rede pública de atenção e cuidado.

Programação diversa

O ciclo de exposições será aberto no dia 24, com a Mostra Fotográfica “Expressão Periférica”, que acontece das 9h às 17h, no Centro Comunitário Biblioteca Zeferina, no Beiru (Rua Gilberto Bastos, s/n, Arenoso, Beiru). Nas fotografias, a turma utiliza o corpo como suporte para questionar assuntos como racismo, identidade de gênero, masculinidade tóxica, trabalho infantil e outros temas que perpassam seus cotidianos. Além da exposição das fotos, serão realizadas oficinas, intervenções poéticas, batalhas de hip hop e distribuição de fanzines e cartilhas para a comunidade.

Também no dia 24/09, das 9h30 às 16h30, o território de Fazenda Coutos sedia a Mostra de Vídeo “Meus Espelhos”. O evento acontece na Escola Municipal de Fazenda Coutos (Alameda Almirante Marques de Leão, Fazenda Coutos III) e traz uma programação diversificada, composta por apresentações culturais, mesa redonda e exibição dos vídeos produzidos pelas/os jovens. As obras audiovisuais apresentam como temas o suicídio e a LGBTfobia, problemas que vem sendo evidenciados pela juventude de forma frequente.

Para Fábio Murilo, 16 anos, morador de Fazenda Coutos, a experiência de produzir um vídeo o ajudou a ter uma outra compreensão sobre esses temas. “Foi algo bem construtivo, me permitiu ter outra visão sobre esses assuntos. Eu também nunca tinha pego em uma câmera para dizer ‘vou gravar a cena de um filme’, sabe? Então foi uma experiência única”.
A programação de mostras segue no dia 25 de setembro com a realização do “Festival Di Quebrada”, resultado da formação das/os jovens em Produção Cultural. Desta vez, é a comunidade de Plataforma que sedia o evento, composto por intervenções de dança, música, capoeira, roda de conversa, cortejo percussivo e oficinas de maquiagem e penteados afro. O Festival acontece das 9h às 17h, no Centro Recreativo de Plataforma (Praça São Braz, nº 27, Plataforma).

Com muito talento e criatividade, jovens do Boqueirão fecham o ciclo de exposições artísticas com a Mostra “Juventude Boqueirarte”, realizada no dia 25/09, das 10h às 12h, na Praça Nova República (Av. Nova República, em frente à Associação de Moradores). No evento serão exibidos os resultados das oficinas de Design Têxtil, das quais as/os jovens participaram durante quatro meses. Por meio da utilização de técnicas de tecelagem, tingimento com pigmentos naturais e estamparia, as/os garotas/os materializaram nos tecidos suas identidades, subjetividades e construções afirmativas de juventude.

SERVIÇO:

O quê? Mostra Fotográfica “Expressão Periférica”
Quando? 24 de setembro, das 9h às 17h
Onde? Centro Comunitário Biblioteca Zeferina, no Beiru (Rua Gilberto Bastos, s/n, Arenoso, Beiru)

O quê? Mostra de Vídeo “Meus Espelhos”
Quando? 24 de setembro, das 9h30 às 16h30
Onde? Escola Municipal de Fazenda Coutos (Alameda Almirante Marques de Leão, Fazenda Coutos III)

O quê? “Festival Di Quebrada”
Quando? 25 de setembro, 9h às 17h
Onde? Centro Recreativo de Plataforma (Praça São Braz, nº 27, Plataforma)

O quê? Mostra “Juventude Boqueirarte”
Quando? 25 de setembro, das 10h às 12h
Onde? Praça Nova República (Av. Nova República, em frente à Associação de Moradores Nova República)


MAIS INFORMAÇÕES:

- Milena Oliveira
Comunicadora | CIPÓ – Comunicação Interativa
Tel.: (71 3503-4477 / 99128-4423 – whatsapp / 98803-9883)

- Leandro Vilas Verde
Coordenador de Ações Territoriais | CIPÓ - Comunicação Interativa
Tel.: (71 3503-4477 / 98187-3769)

- Geise Oliveira
Assistente de Coordenação | CIPÓ – Comunicação Interativa
Tel.: (71 3503-4477 / 99292-8702)
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.