• RH Bahia
  • RH Bahia
  • Casa Nova
  • Prêmio Boas Práticas
  • marca do passe livre
  • Dia das Crianças - Secretaria lança campanha Bote Fé no Futuro
  • Campanha Respeita As Mina
  • PAA  Leite - Cadastramento
  • Diário Oficial
  • Transparência Bahia
  • Compras Net

Justiça Social

05/08/2019 15:08

Caravana da Justiça Social realiza mais de mil atendimentos em Capim Grosso

Os diversos serviços ofertados pela Caravana da Justiça Social, uma iniciativa do Governo do Estado, através da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), estão fazendo a diferença na vida de milhares de pessoas no município de Capim Grosso, região da Bacia do Jacuípe.

Nesta segunda-feira (05), no Colégio Estadual Edna Moreira Pinto Daltro, mais de 1.000 senhas foram distribuídas para a emissão de documentação básica e benefícios sociais, a exemplo de CPF, Carteira de Trabalho, Certidões de Nascimento, Casamento e Óbito e Carteiras ID Jovem e Passe Livre (destinado às pessoas com deficiência), além de atendimentos do Procon-BA e serviços de saúde, com exames e testes de DNA, HIV, tipagem sanguínea e vacinas.

Já tendo percorrido os 27 Territórios de Identidade do Estado, a Caravana da Justiça Social é um mutirão, fruto de importantes articulações, que promove o acesso de milhares de baianos a direitos fundamentais para o exercício da cidadania e bem estar social.

“A Caravana começou em 2015 e, de lá pra cá, conseguimos chegar em muitos municípios, uma força tarefa para levar serviços, assessoramentos técnicos e rodas de diálogos com a população. Tudo isso tem ajudado muito ao público, que é socialmente vulnerável, e necessita de serviços como estes que, muitas vezes, são burocráticos e custosos pelas vias normais de acesso”, declarou uma das coordenadoras da ação da SJDHDS, Andréa Sales. Ao fazer o balanço do serviço itinerante em Capim Grosso, Andréa ainda pontuou que, “como de costume, o serviço que mais teve procura foi emissão de RG, com 350 senhas distribuídas”, disse.

Os atendimentos seguem até as 17h e, no período da tarde, a partir das 14h, rodas de diálogos com Juventude e público LGBTQI+, além de assessoramentos técnicos da Rede Socioassistencial do município, estão previstos para acontecer no mutirão. Pela manhã, esteve presente na ação a prefeita Lidya Pinheiro e a secretaria de Assistência Social do município, Hosana Ferreira.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.