• RH Bahia
  • RH Bahia
  • Casa Nova
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário
  • marca do passe livre
  • Dia das Crianças - Secretaria lança campanha Bote Fé no Futuro
  • Campanha Respeita As Mina
  • PAA  Leite - Cadastramento
  • Diário Oficial
  • Transparência Bahia
  • Compras Net

Redução de Danos

11/07/2019 16:07

Corra pro Abraço participa de projeto de prevenção ao uso abusivo de drogas no IFBA

O Programa Corra pro Abraço, da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS), o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) AD II – Gregório de Matos e a Aliança de Redução de Danos Fátima Cavalcanti da Universidade Federal da Bahia (UFBA) iniciaram nesta terça-feira (11), a formação do projeto “Drogas: Prevenção e Redução de Danos”, no Instituto Federal da Bahia (IFBA), em Salvador, Bahia.Participaram cerca de 300 estudantes de 10 turmas do 1º ao 3º ano, entre 15 e 18 anos. As rodas de conversa contaram com quatro profissionais do Corra, Lucas Barbosa e Deane de Jesus, redutores de danos do Corra Juventude, e Iago Logo e Luciana Carvalho, supervisor de campo e redutora de danos, do Corra Rua, respectivamente. “Foi leve, tranquilo e houve boa reciprocidade dos jovens. Fizemos um roteiro com duplas para abordar o conceito do que são as drogas, os tipos, uso e usuários, efeitos e riscos, e a estratégia da redução de danos”, destacou Luciana.

“Os e as jovens fizeram um debate foi muito potente e fazendo conexão com o racismo. Essa geração de agora com o acesso a internet já tem um conhecimento bom sobre estes temas. Um dos participantes relatou uma questão pessoal e nos contou que considera mais importante do que ter as informações é o acolhimento e a conversa sincera, sem moralismo”, ressaltou o psicólogo Iago Logo. Na próxima quinta-feira (13) haverá outra formação com jovens nos dois turnos e na sexta-feira (21) a atividade será com os familiares.Parceria do IFBA com a rede de atenção psicossocial.

A ação conjunta foi firmada na data 23 de maio, na sede do IFBA em Salvador e contou com a presença de cerca de 100 professores do instituto. O objetivo é elaborar estratégias de intervenção preventiva e assistencial relacionadas ao uso abusivo de drogas de estudantes, integrando o diálogo entre escola, família e sociedade. Será formado ainda um grupo de trabalho composto por pessoas diversas da comunidade IFBA (estudantes, professores, técnicos e familiares dos adolescentes e jovens).

“A redução de danos defende que a pessoa tem o direito de escolha. É ilusão a gente achar que vai acabar com as drogas. Esse discurso encoberta a violência que afeta apenas grupos empobrecidos. Não devemos guerrear contra as drogas, mas lutar a favor das vidas. Vidas inclusive de quem usa drogas”, reflete Renata Pimentel, psicóloga, coordenadora do CAPs Gregório.

Para Trícia Calmon, coordenadora geral do Corra pro Abraço e ex-estudante do IFBA, é importante destacar para os alunos a reflexão de como a criminalização do uso de drogas está associado diretamente a criminalização da pobreza e ao racismo. “Quando falamos em redução de riscos e danos físicos e sociais no uso de drogas é para falar que sim, ao contrário do que parece, a gente lida com o dado de que há riscos e não apenas biológicos. Mas riscos físicos e sociais, inclusive porque fatores externos acabam criminalizando quem é negro”.

“Nós como serviço médico entendemos que o uso de drogas lícitas ou não se tornou uma questão dentro e fora do Instituto. Pretendemos fomentar a criação de um espaço de formação continuada no campo de álcool e outras drogas através do qual serão pensadas estratégias de condução de situações relacionadas ao uso abusivo em ambiente escolar e visando a prevenção orientada pelos princípios da redução de danos”, destaca Rafael, do Serviço Médico Odontológico do IFBA.

Fonte: Ascom Corra Pro Abraço

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.