• RH Bahia
  • RH Bahia
  • Casa Nova
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário
  • marca do passe livre
  • Dia das Crianças - Secretaria lança campanha Bote Fé no Futuro
  • Campanha Respeita As Mina
  • PAA  Leite - Cadastramento
  • Diário Oficial
  • Transparência Bahia
  • Compras Net

Assistência Social

08/07/2019 17:07

SJDHDS dá continuidade às capacitações para profissionais do Bolsa Família e CadÚnico

Nesta segunda-feira (08), a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS) iniciou um novo ciclo de capacitação para o Cadastro Único e o Programa Bolsa Família. Promovidas pela Superintendência de Assistência Social da SJDHDS, a capacitação sobre o Sistema de Condicionalidades do Programa Bolsa Família (Sicon) acontece em Salvador, enquanto que as qualificações voltadas para entrevistadores e gestores do CadÚnico acontecem de forma descentralizada, nos Territórios de Identidade.

Presentes no encontro, gestores do Cadúnico e profissionais das áreas de Proteção Social Básica e Proteção Social Especial de 15 municípios (Territórios de Identidade Portal do Sertão e Costa do Descobrimento), participaram da capacitação do Sistema de Condicionalidades, ferramenta que tem como objetivo ajudar na gestão dos compromissos que, tanto o poder público quanto os beneficiários do Programa Bolsa Família, devem cumprir para continuar a receber o auxílio. "Especialmente no tocante ao acompanhamento às famílias que estão em descumprimento dessas condições, a exemplo da freqüência escolar e acesso a serviços básicos de saúde", explica Jaimilton Fernandes, coordenador Estadual do Cadastro Único e do Programa Bolsa Família da SJDHDS. 

Essa é a primeira turma do ciclo de capacitações do Sicon, de total 18 turmas vão participar. Os beneficiários do PBF precisam cumprir algumas condições para receber o benefício e o sistema possibilita ter um melhor acompanhamento. "Além disso, essa é uma forma de monitorar e garantir que a oferta dos direitos sociais básicos, como saúde, educação e assistência social cheguem até essas pessoas, pois ajuda a identificar quais são as famílias que estão mais vulneráveis. Para isso, as políticas setoriais precisam estar articuladas e a capacitação ajuda nessa articulação", destacou o coordenador.

A técnica de vigilância socioassistencial do município de Eunápolis, Indaiá do Brasil Dias, destaca que as aulas são de suma importância na formação dos profissionais. "Esses conhecimentos são essenciais para quem lida diretamente com o público, para poder passar as informações de forma correta. A qualificação de forma continuada faz parte da política de Governo e é o momento de nos atualizarmos", pontuou a profissional.

Nessa primeira etapa, a capacitação do Sicon será dividida em duas turmas. A primeira turma terá aulas entre os dias 08 e 10 de julho e será destinada aos gestores dos Territórios de Identidade do Portal do Sertão e da Costa do Descobrimento. Já entre os dias 10 e 12 de julho, será a vez dos representantes dos municípios do Território de Identidade do Litoral Norte e Agreste Baiano. As aulas acontecem na Universidade Corporativa do Serviço Público, da Secretaria da Fazenda do Estado (SEFAZ).

Na série de capacitações, também está prevista a de "Formulários do CadÚnico para Programas Sociais", que é voltada para os entrevistadores, responsáveis pela execução de entrevistas e coleta de dados dos beneficiários de programas sociais. Esse ciclo acontece de forma descentralizada, ou seja, nas cidades pólos dos 27 Territórios de Identidade da Bahia. Iniciando no próximo dia 09, em Andaraí, com 24 municípios do Território da Chapada Diamantina. Na oportunidade, também vão acontecer as reuniões das Redes de Gestores e Técnicos dos Territórios, momento em que os profissionais podem compartilhar suas experiências de trabalho, suas dúvidas e soluções do dia a dia.

 

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.