• RH Bahia
  • RH Bahia
  • Casa Nova
  • Prêmio Boas Práticas
  • marca do passe livre
  • Dia das Crianças - Secretaria lança campanha Bote Fé no Futuro
  • Campanha Respeita As Mina
  • PAA  Leite - Cadastramento
  • Diário Oficial
  • Transparência Bahia
  • Compras Net

Direitos Humanos

08/02/2019 15:02

11ª Bienal da UNE discute enfrentamento às violências de gênero em ação da SJDHDS e Cejuve

Aconteceu nesta sexta-feira (8), no terceiro dia de eventos da 11ª Bienal da União Nacional dos Estudantes (UNE), no campus de Ondina da UFBA, em Salvador, uma roda de conversa que abordou o tema "Políticas Públicas de Juventude no Enfrentamento às Violências de Gênero". A ação foi do Conselho Estadual de Juventude (Cejuve), em parceria com a Coordenação de Políticas para a Juventude (Cojuve), ambos vinculados à Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS).

O evento aconteceu no final da manhã, na área externa da instituição, e reuniu dezenas de estudantes que, juntos, avaliaram políticas públicas de combate às violências de gênero já implantadas, seus resultados e como devem ser conduzidas, além do uso de outras estratégias.

“A intenção é debater sobre os espaços, empoderamento e participação política da juventude. É uma oportunidade de reafirmar os passos que estamos dando em prol das políticas públicas para a juventude, além de avaliar e construir juntos. Aqui na Bienal, formamos jovens para pensar sobre esses assuntos”, comentou Sílvio Lacerda, integrante da Cojuve que esteve na mesa ao lado dos convidados Vanúbia Pereira, secretária executiva do Cejuve e membro da Coordenação Estadual de Juventude da SJDHDS; Natália Gonçalvez, conselheira estadual de juventude e integrante da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM); Mary Garcia Castro, professora da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) em Jequié, e Carol Nunes, da União dos Estudantes da Bahia (UEB).

O estudante de Cinema e Audiovisual da UESB e vice-presidente da UEB-Sudoeste, Matheus Oliveira, participou e parabenizou o evento. “É de extrema importância se debater, em conjuntura nacional, questões como gênero e sexualidade. São de debates como esses que surgem propostas para melhorar a educação”, disse, satisfeito.

As atividades da Bienal ocorrerão até domingo (10), nas estruturas da Universidade Federal da Bahia.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.