• RH Bahia
  • RH Bahia
  • Casa Nova
  • marca do passe livre
  • Dia das Crianças - Secretaria lança campanha Bote Fé no Futuro
  • Campanha Respeita As Mina
  • PAA  Leite - Cadastramento
  • Diário Oficial
  • Transparência Bahia
  • Compras Net

Justiça Social

17/01/2019 08:01

Governo do Estado da Bahia apoia acordo entre UFSB e Veracel para o desenvolvimento da agricultura familiar no Extremo Sul

A Universidade Federal do Sul da Bahia e a Veracel Celulose assinaram nesta terça-feira, 15, com o apoio do Governo do Estado da Bahia, um convênio que tem por objeto contribuir com o desenvolvimento socioambiental e produtivo de aproximadamente 300 famílias do Extremo Sul da Bahia, numa área que se estende de Santa Cruz Cabrália até Guarantinga.

O ato de assinatura do convênio aconteceu no Campus Sosígenes Costa, em Porto Seguro, com as presenças do secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), Cezar Lisboa, e de representantes da companhia e da universidade, da Secretaria de Relações Institucionais (Serin), Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e Casa Militar

O convênio é fruto de um acordo, mediado pelo Governo do Estado, entre a Veracel e movimentos sociais de luta pela terra da região: Associação Dominguinhos, Associação Nova Vitória/Cecaf; 2 de Julho/Fetraf; Associação Miramar/Fetraf; e Associcação Sapucaeirinha. No total, 3.398 hectares de terra foram fruto de uma intensa negociação para por fim aos conflitos envolvendo a Fazenda Mutum e Sítio Esperança. O acordo prevê o apoio financeiro da Veracel para a assistência técnica que ficará à cargo da UFSB. A empresa também realizará a instalação, a partir de estudos técnicos, de uma Unidade Produtiva para todas as famílias instaladas.

O valor total do acordo com a universidade é de R$ 5,1 milhões. O convênio terá duração de cinco anos e será desenvolvido em etapas. Os valores do primeiro ano serão repassados conforme previsto no Plano de Trabalho do projeto. Nos anos seguintes, a liberação ocorrerá de acordo com o cronograma de desembolso e a avaliação dos resultados parciais.

A professora Gabriela Narezi explica que “a primeira etapa do projeto consistirá em um diagnóstico socioambiental e agrícola da área para caracterização da situação atual do solo, das nascentes e das famílias.” No segundo ano, “iniciam-se as ações mais efetivas de extensão rural, de planejamento produtivo, de implantação de áreas demonstrativas e uma série de outras iniciativas relacionadas à formação dos agricultores para o gerenciamento do empreendimento agrícola, para o beneficiamento dos produtos, comercialização certificação”, detalha.

Para o secretário Cezar Lisboa, o acordo permite a convivência e o desenvolvimento da região, numa iniciativa onde todos os envolvidos saem ganhando. "É uma ação de ganha-ganha, de forma que, ao mesmo tempo em que a Veracel pode fazer suas atividades produtivas com uma tranquilidade maior, os agricultores possam ter acesso a terra, tecnologia, capacidade produtiva e desenvolver e melhorar suas vidas. Nesse sentido, todo mundo sai ganhando”, declarou o secretário.

*Com informações das Assessorias de Comunicação da UFSB e Veracel.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.