• Banner do Neojiba
  • RH Bahia
  • marca do passe livre
  • Dia das Crianças - Secretaria lança campanha Bote Fé no Futuro
  • .
  • .
  • Campanha Respeita As Mina
  • PAA  Leite - Cadastramento
  • Diário Oficial
  • Transparência Bahia
  • Compras Net

Desenvolvimento Social

25/05/2018 13:05

Na I Feira da Agricultura Familiar em Barra da Estiva, SJDHDS entrega 400 cisternas

A Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) realizou a entrega de 400 cisternas de consumo humano no maior encontro dos produtores rurais do município de Barra da Estiva, localizado no território da Chapada Diamantina: a I Feira da Agricultura Familiar. O evento, realizado na última quinta-feira (24), na Câmara Municipal de Vereadores, contou com a participação da Superintendente de Inclusão e Segurança Alimentar (Sisa) da SJDHDS, Rose Pondé, além do prefeito local João Machado e demais autoridades.

Em função do clima semiárido e tropical de altitude, os 3,6 mil produtores rurais da região criam bovinos, caprinos, ovinos e, como destaque, produzem café e cultivam morangos e amora-preta. "Por este ser segmento amplo que contribui para a geração de emprego e renda de tantas famílias, a SJDHDS tem desenvolvido um amplo e importante trabalho na área de segurança alimentar no município, levando os programas sociais como o Programa de Aquisição de Alimentos e Leite (PAA) e, principalmente com as entregas das cisternas de acesso à água tratada, garantindo dignidade para a vida do homem do campo”, a superintendente.

A Feira é uma realização da prefeitura, através da Secretaria Municipal de Agricultura e Pecuária, e apresentou mini-cursos, stands, palestras, shows culturais e, claro, feira livre com muitos produtos da agricultura local, dando grande visibilidade a um segmento comercial que representa cerca de 70% da economia local. O prefeito João Machado falou sobre os motivos para o trabalho, em parceria, para levar o nome o município como referência na valorização da produção rural. “Sempre acreditei na força da agricultura, venho de uma família que tem esse DNA na veia”, disse o prefeito, ainda ressaltando sobre os problemas de água “sanados pelas inúmeras cisternas para as áreas afetadas pelas secas”, considerou.

A programação do evento se estendeu por dois dias (24 e 25), oferecendo assistência técnica e ampliação do acesso dos agricultores às políticas públicas relacionadas ao setor.

Comunidade Quilombola -
Uma das comunidades beneficiadas com as cisternas foi a Camulengo, uma área quilombola que recebeu 44 cisternas para consumo humano. A superintendente da Sisa visitou o local, acompanhada do líder comunitário Delcimar Costa, que falou da felicidade do seu povo em não sofrer mais com a falta de água causada pela seca. “É no semiárido que a gente aprende a conviver com a seca, mas é nele também que o nosso povo resiste. Hoje o quilombo está mais feliz do que nunca, só temos a agradecer”, finalizou emocionado.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.