• RH Bahia
  • marca do passe livre
  • Dia das Crianças - Secretaria lança campanha Bote Fé no Futuro
  • Campanha Respeita As Mina
  • PAA  Leite - Cadastramento
  • Diário Oficial
  • Transparência Bahia
  • Compras Net

Segurança Alimentar

17/05/2018 10:05

Investimentos da SJDHDS garantem a construção de 130 cisternas para comunidades indígenas em Banzaê

Mais um grande investimento da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) na região de Banzaê garantiu, nesta quarta-feira (16), a construção de 130 cisternas para comunidades indígenas do povo kiriri no município. O Governo da Bahia, por meio da SJDHDS,  assegurou a construção de cisternas de 16 mil litros para consumo humano.

O coordenador de Políticas para os Povos Indígenas da SJDHDS, Jerry Matalauê, e a assessora técnica da Superintendência de Inclusão e Segurança Alimentar, Miryam Belo, representaram o secretário Cezar Lisboa no ato. Miryam fez uma apresentação sobre o programa de cisternas e mostrou aos presentes a importância do programa para amenizar os problemas enfrentados com a seca.

Para Jerry Matalauê, a ação é importante porque mostra a atenção do Governo da Bahia com os povos indígenas, uma vez que a construção das cisternas foi uma demanda da própria comunidade. “Estamos iniciando o nosso trabalho e eu gostaria de destacar a importância da união dos povos indígenas nessa luta, que termina com o compromisso do Governo da Bahia sendo cumprido”, afirmou.

Nessa etapa, 130 cisternas serão construídas em todas as comunidades indígenas do povo kiriri de Banzaê. O município já recebeu, em uma etapa anterior, outras 243 cisternas para consumo humano.

O Cacique Lázaro agradeceu à abertura do Governo da Bahia para o diálogo e pela sensibilidade em atender às demandas das comunidades. “Nós só temos a agradecer ao nosso governador por esse apoio. Temos na justiça um instrumento sagrado, por isso valorizamos a parceria por melhorias”, pontuou.

Representando a prefeita Jailma Dantas, a vice-prefeita Vera Leal falou sobre o investimento. “Essa ação tem um importância muito grande porque sofremos muito com a seca e a cisterna garante uma qualidade para enfrentar os tempos mais difíceis da seca”, disse a vice-prefeita.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.