• Banner do Neojiba
  • 11ConferenciaAssistenciaSocial
  • 11ConferenciaAssistenciaSocialInscricao
  • 11ConferenciaAssistenciaSocialDeliberacoes
  • marca do passe livre
  • Dia das Crianças - Secretaria lança campanha Bote Fé no Futuro
  • .
  • .
  • Campanha Respeita As Mina
  • PAA  Leite - Cadastramento
  • Diário Oficial
  • Transparência Bahia
  • Compras Net

Desenvolvimento Social

06/10/2017 15:10

Em Maracás, Caravana da Justiça Social realiza ações de cidadania

Nesta sexta-feira, a cidade de Maracás, na região do Vale do Jiquiriçá da Bahia, recebeu serviços gratuitos à população nas áreas de direitos humanos, cidadania, acessibilidade, protagonismo juvenil, saúde, documentação civil básica, assistência social e jurídica, em mais uma edição da Caravana da Justiça Social.

O projeto itinerante, promovido pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), chegou, nesta sexta-feira, a sua 11ª edição.

Como vem ocorrendo tradicionalmente em todas as Caravanas, o titular da SJDHDS, o secretário Carlos Martins, participou do evento. Martins marcou presença no Diálogos com a Juventude, realizado no Ponto de Cidadania da cidade, promovido pela Coordenação de Políticas para a Juventude (Cojuve) da Superintendência de Direitos Humanos da SJDHDS.

"Esse diálogo é um estímulo da participação da juventude. A juventude empoderada pela educação precisa estar atuante. Precisamos aliar a estrutura da família e da educação para a participação popular. Essa participação política é fundamental", disse Martins.

Em seguida, o secretário seguiu para o mutirão, realizado no Instituto de Educação da cidade. O mutirão incluiu emissão de documentação pessoal, como RG, Carteira de Trabalho, CPF, Certidão de Nascimento e Casamento; cadastro no Programa Identidade Jovem (ID Jovem); solicitação e entrega de carteiras do Passe Livre Intermunicipal para Pessoas com Deficiência; atendimento do Bolsa Família e dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) e de Referência Especializado (CREAS); orientações jurídicas; atendimento ao consumidor com o Procon; atendimentos de saúde e exames de DNA para o reconhecimento de paternidade. Tudo inteiramente gratuito.

A Caravana ainda contou com capacitações para conselheiros tutelares e profissionais do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). No encontro, marcado pela presença do secretário e da superintendente de Assistência Social da SJDHDS, Leísa Sousa, gestores do território discutiram as responsabilidades municipais para a consolidação do SUAS no território.

A ação teve a participação da Prefeitura Municipal, Ministério Público (MP-BA), Defensoria Pública (DPU-BA), Tribunal de Justiça do Estado, Conselhos de Direitos da Criança e do Adolescente, Associação e Fórum de Conselheiros e Ex-conselheiros Tutelares, e secretarias estaduais, a exemplo da Secretaria de Administração (Saeb), Segurança Pública (SSP), Desenvolvimento Rural (SDR), Planejamento (Seplan), Educação (Sec), Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) e Saúde (Sesab).

A Caravana ainda contou com as presenças do prefeito de Maracás, Wilson Novaes, da secretaria de Assistência Social e primeira dama da cidade, Agnolia Novaes, do vereador de Maracás, Marcos de Clóvis; além do prefeito de Barra da Estiva, João Machado, e lideranças de outras cidades como Ituaçu.

Serviços de cidadania

Iniciada em 2016, a Caravana da Justiça Social surgiu do Mutirão Social do Programa Pacto pela Vida, criado, inicialmente, para prestação de serviços básicos a comunidades carentes de Salvador e Feira de Santana. Só este ano, o projeto já passou pelos municípios de Prado, Candeias, Senhor do Bonfim, São Sebastião do Passé, Entre Rios, Jussari, Dias d’Ávila, Catu e Salvador (nos bairros da Liberdade e Valéria). No ano passado, foram realizadas 10 Caravanas, em nove Territórios de Identidade e mais de 3 mil quilômetros percorridos, beneficiando mais de 16 mil pessoas em todo o Estado.

Cidade das Flores

O secretário Carlos Martins ainda visitou o cultivo de flores na região do Botelho, em Maracás. A produção de três hectares e 18 mil dúzias por mês atende a todo estado e dá ao município o título de Cidade das Flores.

O secretário também conheceu a Central de Aquisição e Distribuição de Alimentos de origem da Agricultura Familiar, através do Programa de Aquisição de Alimentos - PAA.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.