• Banner do Neojiba
  • Sei Bahia
  • marca do passe livre
  • Dia das Crianças - Secretaria lança campanha Bote Fé no Futuro
  • .
  • .
  • Campanha Respeita As Mina
  • PAA  Leite - Cadastramento
  • Diário Oficial
  • Transparência Bahia
  • Compras Net

Assistência Social

03/10/2017 15:10

Projeto Viver: Nova equipe já realizou mais de 100 atendimentos desde julho

Desde o mês de julho, quando uma nova equipe formada por psicólogas, médicas, assistentes sociais e estagiárias de enfermagem passou a fazer parte do Projeto Viver, mais de 100 atendimentos já foram realizados, o que corresponde a mais de 30% dos 305 atendimentos realizados neste ano, com uma média de 50 atendimentos por mês (Dados referentes até o mês de agosto).

Os meses de julho e agosto, respectivamente, tiveram 42 e 58 casos, atendidos pelo projeto coordenado pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS). O programa consiste em atendimento social, médico e psicológico para pessoas vítimas de violência sexual e sua família.

Para o secretário da SJDHDS, Carlos Martins, os números mostram a qualificação da nova equipe e os avanços das tratativas para fortalecimento do projeto. “Fizemos ajustes de pessoal para contribuir ainda mais com melhorias no Viver, além disso, temos atualmente duas psicólogas extremamente qualificadas, com mestrado e especializações, tanto na área de atendimento a criança e adolescente como da família”, disse.

Ainda de acordo com a superintendente de Assistência Social, Leísa Souza, a partir deste mês de outubro, os atendimentos já serão feitos com atividades grupais multifamiliar, uma vez que até setembro o atendimento era feito de forma de individual para usuários e familiares. A novidade é mais um ganho no andamento do projeto. O secretário Carlos Martins ainda destacou que uma segunda fase do projeto que contará com a contração de mais profissionais: médicos, enfermeiros e psicólogos. A cessão dos profissionais está em fase de negociação junto a Secretaria de Saúde.

“Essa já é uma ação dentro da parceria entre secretarias que vai propiciar um atendimento de melhor eficácia, com tratamento digno para as crianças, adolescentes e mulheres vítimas desse tipo de violência”, afirmou Martins.

Pela proposta de parceria, além da SJDHDS e Sesab, Secretaria de Segurança Pública e Secretaria de Política para as Mulheres trabalharão em conjunto: SJDHDS e a SPM voltadas ao acolhimento das vítimas, enquanto a SSP seguiria responsável pelas perícias, e a Sesab pelo atendimento médico, com fornecimento de medicamentos e demais ações de saúde.

Nova etapa

Uma terceira fase do projeto ainda prevê parcerias com as prefeituras no âmbito dos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), que também atendem crianças, adolescentes e mulheres vítimas de violência com cofinanciamento por parte do Estado para os municípios, além da capacitação realizada pela SJDHDS para entes municipais.

Reunião com Conselho Regional de Psicologia debate Viver

Na última segunda-feira, o secretário Carlos Martins recebeu uma comitiva de representantes da Conselho Regional de Psicologia da Bahia. Liderado pela vice-presidente do CRP-BA, Alessandra Santos de Almeida, o grupo solicitou informações sobre o funcionamento atual do Viver e ouviu do secretário e da superintendente de Assistência Social, Leísa Souza, o andamento atual do projeto, com número de atendimentos e definições sobre os próximos passos, como a ampliação do serviço, a partir da contratação de novos profissionais, além da proposta da SJDHDS que prevê o acordo de cooperação técnica com outras secretarias de Estado (SSP, SPM e Sesab) e a descentralização da tecnologia expandindo
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.