• Banner do Neojiba
  • 11ConferenciaAssistenciaSocial
  • marca do passe livre
  • Dia das Crianças - Secretaria lança campanha Bote Fé no Futuro
  • .
  • .
  • Campanha Respeita As Mina
  • PAA  Leite - Cadastramento
  • Diário Oficial
  • Transparência Bahia
  • Compras Net

Justiça

06/09/2017 13:09

SJDHDS e Funceb discutem ampliação do projeto Escolas de Dança nos CSUs

A ampliação do serviço oferecido pela Escola de Dança da Funceb no Centro Social Urbano do Nordeste de Amaralina foi tema da reunião, nesta quarta-feira, entre o secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), Carlos Martins, e a diretoria da Fundação Cultural da Bahia (Funceb).

A comitiva da Fundação, liderada pela diretora Renata Dias Oliveira, discutiu com o secretário Carlos Martins a articulação para assinatura de um termo de cooperação técnica entre a SJDHDS/CSU e a Funceb para requalificação das estruturas utilizadas pela Escola de Dança, além da ampliação do projeto, que atualmente atende a 120 crianças no Centro Social Urbano do Nordeste de Amaralina. A previsão é que com a ampliação, o projeto passe a atender 250 crianças.

O secretário Carlos Martins destacou o interesse da SJDHDS no projeto e ressaltou sua importância diante das prioridades do Governo do Estado em levar ações de cidadania especialmente aos jovens. “É nosso desejo a ampliação desse projeto e ele vai de encontro ao que é trabalhado hoje como política pública desse estado, que é estar nos locais oferecendo serviços e cidadania para a população. A arte e a cultura são fundamentais para a nossa juventude”, disse Martins.

A coordenadora do CSU Nordeste, Andreia Macedo, destacou a importância da Escola de Dança da Funceb para a comunidade. “Esse é um projeto que realiza sonhos da comunidade do Nordeste. Sonhos não só das crianças, mas também das mães e pais, que nunca imaginavam ver seus filhos frequentando e formados por uma escola de dança”, afirmou.

Após a reunião desta terça-feira, as representações jurídicas da SJDHDS e da Funceb ficarão responsáveis pela produção do termo de cooperação técnica, que contará com a consultoria direta da coordenadora do CSU e da coordenação da Escola de Dança, para futura assinatura.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.