• Banner do Neojiba
  • Prêmio de boias práticas 2017
  • São João da Bahia
  • Recadastramento
  • marca do passe livre
  • Dia das Crianças - Secretaria lança campanha Bote Fé no Futuro
  • .
  • .
  • Campanha Respeita As Mina
  • Prorrogação Inscrições Festival Educadora
  • PAA  Leite - Cadastramento
  • Diário Oficial
  • Transparência Bahia
  • Compras Net

Direitos Humanos

11/08/2017 16:08

Secretário de Justiça​ participa de Sessão Especial, na ALBA, em homenagem à mulher negra

Na manhã desta sexta-feira (11), o secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), Carlos Martins, participou da Sessão Especial em homenagem ao Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha, proposta pelo deputado Bira Coroa, no plenário da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA).

"A luta da mulher negra é a luta por igualdade de direitos; é a luta contra séculos de repressão; é a luta por uma Bahia e um Brasil, de fato, representativo e em prol de quem mais precisa", destacou Carlos Martins.

"É uma satisfação a presença de Martins aqui, a quem conheço desde o início da sua militância dentro das lutas de organização da classe trabalhadora nesse Estado, acreditando sempre na possibilidade de transformação pela força do povo. Martins é uma peça importante nesse novo momento que vive a Bahia, desde o Governo Jaques Wagner, sendo sempre decisivo" afirmou Bira Coroa.

Parte das comemorações do Julho das Pretas, o evento, aberto com os versos "Eu me orgulho de ser uma mulher negra", homenageou entidades representativas da luta pelo empoderamento e autonomia das mulheres negras, a exemplo da Rede de Mulheres de Terreiro, Coletivo Ângela Devis da UFRB, Movimento de Mulheres Dandaras do Sisal, Centro Maria Felipa da PM - Bahia, Rede de Mulheres pelo Fortalecimento e Controle das Políticas Públicas. 

"Estamos vivendo hoje, no Brasil, uma política de exclusão, de entrega do patrimônio público e dando um recuo enorme nas políticas sociais e de ações afirmativas. Então, um evento como esse é mais que um reconhecimento; é de resgate não apenas da mulher negra e, sim, da igualdade de direitos. Reforça que precisamos estar juntas e unidas, para efetivar as mudanças em favor do desenvolvimento social", afirmou a deputada federal Benedita da Silva, que também foi homenageada e dá nome ao troféu "Pérola Negra", entregue na cerimônia. 

A sessão ainda reuniu representantes da luta feminina dos municípios de Dom Macedo Costa, Santo Amaro, Simões Filho, Inhambupe, Cruz das Almas e Camaçari. A cerimônia contou com palestra sobre os desafios de ser mulher negra na década afrodescendente, além de apresentações musicais, intervenção teatral e recital poético.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.