• Banner do Neojiba
  • Prêmio de boias práticas 2017
  • São João da Bahia
  • Recadastramento
  • marca do passe livre
  • Dia das Crianças - Secretaria lança campanha Bote Fé no Futuro
  • .
  • .
  • Campanha Respeita As Mina
  • Prorrogação Inscrições Festival Educadora
  • PAA  Leite - Cadastramento
  • Diário Oficial
  • Transparência Bahia
  • Compras Net

Direitos Humanos

14/06/2017 18:06

Projeto Escola Olodum capacita mais 60 jovens de Salvador

O som dos tambores dos alunos do Projeto Escola Olodum deu o tom da cerimônia de certificação das oficinas realizadas na comunidade Vasco da Gama, em Salvador, nos dias 12, 13 e 14 de junho. Ao todo, 60 jovens foram capacitados em dança afro, tranças e turbantes, e percussão samba-reggae, fruto de parceria do bloco afro com a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS).

“Quero parabenizar a todos vocês e reforçar que essa parceria vai continuar”, afirmou o secretário da SJDHDS, Carlos Martins. “Essas oficinas, além de valorizar nossas raízes culturais e herança afro, e nos dar orgulho de nossa cor e nossos valores, são importantes para elevar a autoestima dos nossos jovens e, também, capacitam para o mercado de trabalho”, enfatizou Carlos Martins. 

É a 3ª edição do projeto na comunidade Vasco da Gama. “Achei tudo ótimo, só queria que tivesse mais”, comentou Carlos Antônio, 18 anos, que participou da oficina de dança. “Foi maravilhoso, aprendi muita coisa, especialmente de educação e postura”, elogiou Valdirene Lima, 15, da oficina de percussão. “Amei! Me ensinou muito e tenho certeza que ainda vai me ajudar muito mais”, comemorou Pamela dos Santos, 14, da oficina de turbantes. 

As oficinas itinerantes já passaram pelo Nordeste de Amaralina, Uruguai, Cosme de Farias e Pernambués. Neste segundo semestre, serão realizadas em Lauro de Freitas, Dias D'ávila e Candeias. 

O Projeto

Fruto de um investimento de mais de R$ 1 milhão, o  Projeto Escola Olodum: Pela Paz e Pela Vida – Educação, Cultura e Cidadania nas Comunidades atende, ao todo, 870 jovens em situação de vulnerabilidade, propondo a inclusão social e produtiva através da arte. Além das oficinas, o convênio com o Olodum promove cursos profissionalizantes gratuitos de Percussão, Dança e Canto.

Este ano, inclusive, os alunos do Projeto tocaram no carnaval de Salvador pela primeira vez e remunerados: no cortejo de abertura da festa, a convite da Saltur, e no desfile do próprio bloco Olodum. O convênio, firmado em fevereiro de 2016 e com vigência até novembro deste ano, integra as ações do Programa Pacto pela Vida e do Plano Juventude Viva, do Governo do Estado.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.