• Banner do Neojiba
  • Prêmio de boias práticas 2017
  • São João da Bahia
  • marca do passe livre
  • Dia das Crianças - Secretaria lança campanha Bote Fé no Futuro
  • .
  • .
  • Campanha Respeita As Mina
  • Diário Oficial
  • Transparência Bahia
  • Compras Net

Direitos Humanos

17/03/2017 16:03

Projeto inscreve pessoas em situação de rua e usuárias de drogas em cursos profissionalizantes

O Ponto de Cidadania, que integra as ações do Programa Corra Pro Abraço, da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), inscreve até 28 de março, pessoas em situação de rua, sobretudo aquelas que fazem uso de drogas, em cursos profissionalizantes de Eletricista Básico e Manicure e Maquiagem. Os/as interessados/as devem procurar os contêineres do projeto, localizados na região do “Pela Porco”, na Avenida Sete Portas, em Brotas e na Praça Marechal Deodoro, conhecida como “Praça das Mãos”, no Comércio.

Os cursos são gratuitos e serão realizados de segunda à sexta, exceto às quartas-feiras, no período de 03 de abril até 30 de maio, na sede da ONG Comunidade Cidadania e Vida (Comvida), no Jardim Baiano, em Salvador, tendo um total de 60 horas. Segundo Tiago Cerqueira, Coordenador do Ponto de Cidadania, a oferta dos cursos surge de uma demanda dos (a) próprios usuários (as) dos serviços da rede de atenção psicossocial, de ampliarem seus conhecimentos para melhoria dos seus currículos. “Eles e elas querem entrar no mercado de trabalho, mas nem todas as pessoas possuem cursos e estão qualificadas”. 

Cerqueira destacou ainda que estas atividades também ocorrem como estratégia de redução de danos. “Durante o período que estão fazendo os cursos, as pessoas diminuem o uso de substâncias psicoativas, porque estão focados”. As vagas são limitadas e serão encerradas assim que forem preenchidas. Os certificados serão entregues aos cursistas que tiverem até 70% da frequência.

O Ponto de Cidadania existe desde 2014 e é realizado pela SJDHDS, por meio da Superintendência de Prevenção e Acolhimento aos Usuários de Drogas e Apoio Familiar (Suprad), em parceria da Comvida. O projeto é uma unidade de acolhimento e cuidado, promoção da saúde e da cidadania, destinado às pessoas em situação de rua e usuários (as) de álcool e outras drogas. O funcionamento é de segunda a sexta, das 8h às 17h, com exceção das quartas, quando estão abertas apenas pela manhã, assim como nos sábados, de 8h às 12h.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.